Você pode comprar seu ingresso de casa!

 

logo aiO Teatro Teresa D'Ávila disponibiliza a compra online de ingressos de seus espetáculos, através do site Alô Ingressos. É seguro, rápido e confiável! O processo de compra é feito através de cartão de crédito e já está disponível a partir de hoje para todas as peças em cartaz no Teatro Teresa D´Ávila.

                                                          

   

 A MÁGICA AVENTURA AFRICANA
Dia 01 e 02 de JULHO às 20h

Ingressos: R$ 20,00 (inteira*) e R$ 10,00 (meia entrada) 
À venda na bilheteria de 2ª à 6ª das 15h às 19h
Venda online: www.aloingressos.com.br

A Companhia de Jovens Atores do Teatro Teresa D’Ávila

Apresenta nova versão de peça premiada do dramaturgo e diretor Caio de Andrade.

“Uma peça deliciosa e diferente. Estas são apenas duas razões que fazem de “A Mágica Aventura Africana” uma das boas surpresas da atual temporada infantil. Mas existem outras. E boas. O texto de Caio de Andrade é um resgate da tão falada e pouco vista raiz negra da nossa cultura. O autor baseou-se em duas lendas africanas – A Perdiz Volo e O Peixe Gato – para compor um espetáculo cheio de magia e emoção.”

Assim começa o texto da crítica de teatro de O Globo, Mona Bittencourt, que foi publicada, em setembro de 1988, pelo prestigiado jornal após a estreia de “A Mágica Aventura Africana”, no Teatro Dulcina. A temporada foi um sucesso e provocou a passagem do espetáculo por outros vários teatros do Rio de Janeiro (Espaço Cultural Sérgio Porto, Teatro Cacilda Becker e Teatro SESC - Tijuca), antes de trilhar o circuito SESC, por várias cidades fluminenses.

A peça, que na época ganhou o “Prêmio Mambembe de Teatro” pelo trabalho do cenógrafo João Gomes do Rêgo e que deu ao seu autor (Caio de Andrade) o “Prêmio Coca-Cola do Teatro Infantil”, na categoria especial (Contribuição a Linguagem Teatral), ganha, em 2017, uma nova montagem com a COMPANHIA DE JOVENS ATORES DO TEATRO TERESA D’ÁVILA.

Será a oitava produção da jovem companhia (com atores entre 12 e 17 anos), sob a batuta de Caio de Andrade, que já montou "Uma Aventura Carioca", "Os Cavaleiros de Damasco", "A Megera Domada", "Sonhos de Uma Noite de Verão", "As Doutoras", "A Farsa das Sete Mariquinhas",” O Juiz de Paz na Roça.”

SINOPSE - O guerreiro Najan, filho de Lubá, o contador de histórias, está morrendo aos poucos de tristeza, ao lado de Anaí, sua esposa. Terríveis acontecimentos têm assombrado a vida do jovem casal. Três vezes Anaí ficou grávida e nas três vezes após o parto, na noite funesta, um estranho encantamento caiu sobre a aldeia, fazendo com que todos dormissem como que embriagados. Ao despertar, Najan foi até o leito do filho e constatou que o menino havia desaparecido. No terceiro desaparecimento, Najan, desconsolado, pede ajuda a Oxalufá que, durante um sonho tem uma visão e profetiza: Najan encontrará Lumata, a deusa da vida e neste dia desvendará os mistérios que espantam sua felicidade. O espetáculo foi inspirado em vários contos africanos e ficou três anos em cartaz, com dois elencos diferentes, passando por vários teatros e cidades.


FICHA TÉCNICA 

Texto e Direção: Caio de Andrade / Cenário – Polyana Zappa / Figurino – Karine Andrade Iluminação – Yago Santtos / Sonorização – Tuti Soares / Preparação Corporal – Dieine Moraes Assistente de Direção – Heidi Toyama / Programação Visual – João Pedro Bernardes de Aquino Fotografia – Beatriz Villela / Bilheteira – Ronei Euzébio / Produção – Teatro Teresa D’Ávila