Alunos UNIFATEA reformam Abrigo de Idosos Maria de Nazareth Destaque

Há seis anos, projeto do curso de Arquitetura e Urbanismo revitaliza e transforma espaços

Em 2017, o Projeto Casa Real vai reformar o Abrigo de Idosos Maria de Nazareth, no bairro do São Roque, em Lorena. A iniciativa é dos 3º e 4º anos do curso de Arquitetura e Urbanismo do Centro Universitário Teresa D'Ávila (UNIFATEA), que a cada dois anos se reúnem em equipes para transformar um local. Nessa quarta edição, o projeto vai revitalizar 12 diferentes ambientes no Abrigo: oito em áreas internas e quatro em áreas externas com interferências de fachada e paisagismo. A entrega está prevista para outubro.

O Projeto Casa Real já promoveu a reformulação de três espaços em Lorena: uma casa no interior do UNIFATEA (2011); o Lar de Idosos Vila Vicentina (2013); o Centro de Atendimentos aos Deficientes Visuais (Cadevi), em 2015.

"A revitalização visa trazer mais funcionalidade aos espaços, segurança e bem-estar aos usuários, ao mesmo tempo em que busca despertar o papel social do arquiteto em contribuir com a sociedade", explica o coordenador do curso de Arquitetura e Urbanismo do UNIFATEA, José Ricardo Faria Flores. "Mostramos que o projeto de arquitetura pode transformar, criar novos ambientes e possibilitar diversas soluções criativas com baixo custo e sensações renovadas".

No Abrigo de Idosos Maria de Nazareth, as intervenções vão acontecer de agosto a outubro. As ações começaram em maio, com as primeiras reuniões e visitas das equipes ao local, medição dos espaços, discussão de projeto e apresentação de uma proposta à diretoria do abrigo. Nesse momento, eles estão na fase de captação de recursos.

O projeto, realizado dentro das disciplinas de Projeto Arquitetônico e Projeto Urbanístico e Paisagístico, é organizado pelos professores e arquitetos Esp. Eduardo Venanzoni e Profa. Me. Bárbara Sparenberg Juliano Nunes Alves e pelo coordenador arquiteto Prof. Dr. José Ricardo Flores Faria.

Com esse apoio, os alunos buscam identificar as necessidades, produzir um projeto arquitetônico, buscar recursos financeiros, planejar a obra civil, executar a obra civil e entregar aos idosos e à sociedade, os ambientes revitalizados.

"Essa ação promove uma rica experiência de troca, em que os estudantes levam à comunidade civil os conhecimentos específicos de arquitetura e urbanismo, e retornam à comunidade acadêmica com o conhecimento adquirido em suas atividades", destaca o coordenador.

Projetos ano a ano

2011: Casa do pátio

O primeiro projeto foi o desafio de, em apenas 40 dias, transformar a casa existente no pátio interno da UNIFATEA, dando um novo visual à edificação. A casa apresentou cinco ambientes internos e um externo, cada um idealizado por uma equipe de alunos orientados por um profissional da área de arquitetura.

2013: Lar de Idosos Vila Vicentina em Lorena

Com o tema “Bem Morar”, o projeto proporcionou a revitalização de oito diferentes ambientes no Lar: seis em áreas internas e dois em áreas externas com interferências de fachada e paisagismo. O resultado dos trabalhos de pesquisa, análise e criação dos alunos foram apresentados em outubro do mesmo ano com visitações ao Lar de Idosos.

 

2015: Cadevi (Centro de Atendimentos aos Deficientes Visuais)

Na edição de 2015, cerca de 80 alunos do curso planejaram e executaram uma intervenção em sete ambientes no Cadevi, localizado num bairro Ponte Nova, em Lorena. A escola atende cerca de 30 alunos da cidade e região, portadores de algum tipo de deficiência visual.

Os estudantes do UNIFATEA  desenvolveram a modificação de alguns ambientes, sendo eles: Fachada Principal, Pátio, Jardim Sensorial e a Sala Sensorial na parte externa e Biblioteca, Sala de Reuniões, Diretoria, Refeitório e Sala de Aula na parte interna da escola propondo melhorias nos espaços empregando a acessibilidade e sustentabilidade na escola. O projeto teve um ótimo resultado sendo divulgado em vários jornais da região na época.

Esse projeto contou com o apoio da Prefeitura de Lorena.