A metodologia da Avaliação de Desempenho no edifício escolar. Contribuição com diretrizes para futuros projetos ou alterações físico-espaciais

Autores

  • José Ricardo Flores Faria Centro Universitário Teresa D´Ávila
  • Giselle Arteiro Nielsen Azevedo Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Mariana Lorena Guida Centro Universitário Teresa D´Ávila

Resumo

Este artigo é desdobramento da tese de doutorado defendida no Programa de Pós-Graduação em Arquitetura – PROARQ/ FAU-UFRJ, do GAE – Grupo Ambiente Educação, e de uma pesquisa em desenvolvimento PIBIC-EM em desenvolvimento no Centro Universitário Teresa D`Ávila – UNIFATEA. Apresenta e conceitua a Avaliação de Desempenho ou Avaliação Pós-Ocupação – APO, os instrumentos de avaliação empregados e sua importância para futuros projetos e alterações físico-espaciais nos edifícios escolares. Além disso, torna-se um aspecto importante na gestão escolar a medida que se acredita que o ambiente pode influenciar o comportamento e a produtividade das atividades que nele se desenvolvem. O artigo aborda um exemplo de Avaliação de Desempenho entre as seis escolas, da Rede Municipal de Ensino do Rio de Janeiro, abordadas na pesquisa de tese. Neste artigo, será destacado o caso da E. M. Juan António Samaranch (GEO – Ginásio Olímpico Santa Teresa), no Bairro de Santa Teresa, mais bem avaliada pelos usuários, e que merece destaque, entre as demais pesquisadas, também nos aspectos técnicos avaliados. Este trabalho também busca identificar os principais fatores positivos e negativos apontados pelos usuários e pela imersão, no tempo e espaço, do pesquisador nos ambientes da escola. Além disso, são elencadas as principais diretrizes para futuros projetos ou alterações físico-espaciais nos ambientes da escola ou aspectos relevantes para reorganização da estrutura física, por parte da gestão escolar, que possa estar interferindo no funcionamento ou no cotidiano da escola.

Downloads

Publicado

2018-07-05

Edição

Seção

Artigos