Educação online e mudanças nas práticas comunicacionais de discentes no sertão do Piauí na modalidade EAD

Autores

  • Juscelino Francisco do Nascimento Universidade Federal do Piauí
  • Lívia Fernanda Nery da Silva Universidade Federal do Piauí

Resumo

Este trabalho objetiva apresentar as apropriações comunicacionais de discentes da Educação a Distância (EaD) da Universidade Federal do Piauí, haja vista que essa modalidade possibilita mudanças nas suas práticas comunicacionais/educacionais. A problemática sistematizada reconhece que o processo comunicativo/educativo pode ser efetivado na internet, basicamente em ambientes digitais. Contudo, pareceu-nos relevante a percepção do “como” isso se processa. É nessa imbricação que surge o nosso problema de pesquisa, que, a rigor, envolve a “maneira como” se dá a comunicação na modalidade a distância, bem como a circulação desse processo nas plataformas educacionais/sociais digitais. Aplicamos um questionário para a constatação de dados relativos à vida dos discentes; cartografamos as práticas na internet antes e depois do curso EaD, bem como suas características pessoais, os fluxos e as migrações comunicacionais. Os autores que balizaram estes estudos envolvem a relação estabelecida entre os discentes e a cibercultura, sendo referendados, entre outros, por Citelli e Costa (2011), Bonin (2011), Lopes (2006), Maldonado (2011), Freire (1983) e Hall (2005). Os resultados apontam que os sujeitos passam a utilizar a internet como ferramenta de aprendizagem obrigatória, reconfigurando o processo de aprendizagem e assinalando o estabelecimento de um Contrato de Educação Midiatizada – CEMid.

Biografia do Autor

Juscelino Francisco do Nascimento, Universidade Federal do Piauí

Professor Pesquisador do Centro de Educação Aberta e a Distância (CEAD) da Universidade Federal do Piauí (UFPI), em Teresina. Licenciado em Letras/Inglês pela Universidade Federal do Piauí (UFPI) e Especialista em Docência para o Ensino Superior, pelo Instituto de Ensino Superior Múltiplo (IESM); e em Libras, pela Faculdade Latino-Americana de Educação (FLATED). Obteve seu título de Mestre em Letras, Área de Concentração em Estudos de Linguagem, pela Universidade Federal do Piauí (UFPI). Atualmente, é Doutorando em Linguística pelo Programa de Pós-Graduação em Linguística da Universidade de Brasília (UnB). Sua experiência profissional abrange, especialmente, o Ensino Superior. Atua nas áreas de Línguas Inglesa e Portuguesa, Estágio Supervisionado e Libras, além de cursos de extensão e de pós-graduação lato sensu.

Lívia Fernanda Nery da Silva, Universidade Federal do Piauí

Possui graduação em Letras pela Universidade Estadual do Piauí, mestrado em Educação pela Universidade Federal do Piauí e Doutorado em Ciências da Comunicação pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Atualmente, é professora Adjunto II da Universidade Federal do Piauí. Tem experiência na área de Educação e Comunicação, com ênfase em Educação, mídias, EaD e processos de ensino e aprendizagem digitais.

Downloads

Publicado

2018-03-30

Edição

Seção

Artigos