O estágio supervisionado do curso de pedagogia EAD - UFPI.

Apresentação da perspectiva legal e de funcionamento

Autores

  • Lívia Fernanda Nery da Silva Universidade Federal do Piauí

Resumo

Este texto apresenta uma análise do estágio supervisionado do Curso de Licenciatura Plena em Pedagogia à Distância da Universidade Federal do Piauí - UFPI. Para respaldá-lo, busca-se o aporte teórico de autores como Litwin (2001) e Pimenta (2004). Como recurso metodológico, utilizou-se análise documental, tomando como objeto de estudo o Projeto Político Pedagógico do curso, os Decretos 5.622/05 e 6.303/07, que regulamentam o artigo 80 da LDB, assim como os relatórios postados na sala de aula digital, dos discentes do curso de Pedagogia do Polo de Simplício Mendes, nos anos de 2012 e 2013.  Após a análise da legislação, percebe-se que o estágio supervisionado EaD suscita questionamentos, a saber: Como se efetiva o estágio supervisionado na modalidade á distância? Quais os estágios programados para o curso de pedagogia EaD/UFPI? A partir dos achados iniciais, apreende-se que a efetividade do estágio se deu com a práxis docente, a qual se fortalece com o auxílio dos recursos tecnológicos. Contudo, a mera transposição das normas do estágio presencial, sem observância das especificidades da EaD, podem ser prejudiciais a formação de professores na modalidade a distância, assim entende-se que o estágio supervisionado EaD requer a criação normas que contemplem as especificidades da modalidade a distância.

Biografia do Autor

Lívia Fernanda Nery da Silva, Universidade Federal do Piauí

Graduação em Licenciatura Plena em Língua Inglesa pela Universidade Estadual do Piauí, mestrado em Educação pela Universidade Federal do Piauí e doutorado em Ciências da Comunicação pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Atualmente é professora Adjunto II da Universidade Federal do Piauí.

Downloads

Publicado

2018-03-30

Edição

Seção

Artigos