História do Cinema

15, maio, 2009

Alguns consideram Thomas Alva Edison (1847-1931) como o inventor do Cinema, mas, na realidade ele foi o inventor das imagens em movimento, pois seus filmes só podiam ser vistos por uma única pessoa por vez.O nome do aparelho era “Cinetoscópio”, patenteado em 1891.

Contudo a maior parte dos historiadores considera os irmãos Louis (1864-1948) e Auguste (1862-1954) Lumière os verdadeiros inventores do Cinema. Eles criaram o ?Cinematógrafo?. Aparelho capaz de ser utilizado como câmara cinematográfica, câmara de copiagem e projetor.

A primeira sessão de cinema ocorreu no Café Chat Noir, do Boulevard dês Capucines, em Paris, no dia 28 de dezembro de 1895. Estiveram presentes na exibição 33 pessoas, que viram a chegada do trem de Marselha. A cena durou 50 segundos, ?as imagens saltitavam numa tela, presa à parede de uma sala escura, ao rodar infatigável da manivela?.

Uma das pessoas que estavam presentes no Café Chat Noir era o mágico Georges Méliès (1861-1938), proprietário do Teatro ?Robert Houdin?, de Paris, que empolgado após assistir à exibição, desejou adquirir um Cinematógrafo. De posse de um Animatógrafo, aparelho semelhante, Méliès descobriu truques, que lhe permitiriam ir muito além de meros registros de pessoas no cotidiano, usando desde o simples corte na filmagem, até a sobre-impressão. Um famoso filme de Méliès é o ?Voyage à la Lune? (Viagem à Lua, 1905). Desta forma o cinema ingressa definitivamente no rumo da diversão das massas, da indústria cultural em larga escala.

Griffth causou uma nova evolução no cinema, fez a platéia participar dramaticamente da ação cinematográfica, ao utilizar a câmara solta, atenta a vários pontos de vista, por meio de um processo de montagem.

Quem realmente universalizou o cinema foi Charles Spencer Chaplin (1889-1977). A humanização dos seus filmes foi o que causou essa universalização. O famoso personagem Carlitos elevou o cinema a uma dimensão que ultrapassa a da narrativa e a simples diversão, para infiltrá-lo no realismo tragicômico, da vida real das pessoas.

As outras evoluções do cinema foram, o som (1927), a tela colorida e finalmente os efeitos de computação gráfica, que deram um novo caminho ao cinema.

Os comentários estão fechados.

Direitos reservados © 2009-2017 Cineclube Tema criado por mg12. Validar XHTML 1.1 e CSS 3.